E-commerce e Google Analytics: 5 dicas essenciais para fazer dessa parceria um sucesso

0

O Google Analytics é a ferramenta de análise web mais usada da internet, sendo popular em vários nichos de negócio, o que, obviamente, inclui o comércio eletrônico. 

Essa plataforma faz parte das inúmeras soluções de marketing e vendas oferecidas pelo maior buscador do planeta, o Google. 

Assim, se você tem um e-commece ou está pensando em iniciar essa jornada, aprender sobre o Analytics fará toda a diferença. 

Vamos lá? Confira nossas dicas abaixo! 

1) Reflita sobre quais as respostas você quer obter

Antes de partir para um conhecimento mais técnico, temos que abordar o lado estratégico que essa ferramenta implica. 

Afinal, toda análise de dados precisa ser organizada e objetivada para fazer sentido e trazer uma base prática para ações. 

Portanto, a primeira dica é: pense sobre o que você quer saber da performance do seu e-commerce e ações na web. 

Você pode chegar a respostas do tipo: “como meus clientes me encontram”; “quais páginas do meu site geram mais vendas”; “quanto tempo os usuários navegam no meu site”; etc. 

Essa reflexão inicial vai te ajudar em todo o seu trabalho na parceria entre e-commerce e Google Analytics. 

2) Analise a origem do tráfego do seu e-commerce

Um dado que pode ser considerado básico, a origem de tráfego é de suma importância para a análise de performance de um comércio eletrônico. 

Afinal, entender como as pessoas chegam até você é um passo essencial na direção de otimizações para aumentar o número de visitas. 

Para acessar esse recurso, basta ir na parte de Canais, sob a aba Aquisição no Google Analytics. 

Lá é possível, dentre outras coisas, comparar os canais mais efetivos em acessos, tempo de uso, vendas e muito mais. 

3) Defina metas e eventos

Metas e eventos são partes um pouco mais avançadas do Analytics e permitem que você aprofunde na sua mensuração de dados e ações no site. 

Uma meta no Analytics é um objetivo definido em uma métrica quantificável.

Por exemplo, uma meta do seu e-commerce pode ser que os usuários visitem ao menos 4 páginas antes de saírem do site. 

Já os eventos são ações específicas que você quer mensurar no seu e-commerce. Por exemplo: uma venda, um clique nos vídeos que falam sobre o produto, um download de um e-book, etc. 

4) Saiba as origens da sua receita

De todas as métricas de uma loja online, talvez a origem das receitas seja a mais importante e relevante, não é mesmo? 

Afinal, você precisa vender e para isso, precisa investir em marketing de alguma forma. 

A boa notícia é que o Analytics te permite mensurar quais ações de marketing estão trazendo os melhores resultados em vendas. 

Além disso, você pode realocar seus investimentos caso necessário e aumentar a efetividade das campanhas. 

5) Ative a mensuração das buscas internas 

A parceria Google Analytics e e-commerce também permite que você mensure o que está sendo buscado dentro do seu site. 

Na prática, isso traz insights super importantes sobre as demandas e necessidades do seu público. 

Para fazer isso, basta ir em Administrador, Configurações da vista da propriedade e ativação da busca interna. 

Bom, chegamos ao fim das nossas 5 dicas essenciais para você começar a usufruir do Google Analytics no seu E-commerce. 

Entretanto, a ferramenta traz muito mais recursos, os quais iremos abordar em outros textos por aqui. 

Assim, para não perder nada, siga nossas redes sociais e acompanhe as novidades.

LEAVE A REPLY

Please enter your comment!
Please enter your name here